segunda-feira, 5 de maio de 2014

Escrever em papel...

Cada vez mais se vai perdendo, não a vontade, mas sim a necessidade de escrever em papel! Em papel com lápis ou caneta.

É claro que, tal como a maioria da população, não resisti à mudança para o uso das novas tecnologias, aliás até de uma certa forma somos impelidos a fazê-lo sob a pena de estarmos alheados da realidade...

Às vezes ainda me questiono como é que alguém ainda continua a ler o jornal de papel? Ou, quem é que ainda não tem net em casa ou telemóvel na carteira?

Apesar de tudo e apesar de todas as excelentes aplicações que nos permitem ter um bloco de apontamentos digital, uma agenda eletrónica, uma lista de afazeres ou uma lista de supermercado que se atualiza com um simples toque de dedo, a verdade é que continuo a gostar de escrevinhar em papel ideias e esboços. Aos rabiscos, gosto ainda de complementar com isto e aquilo que vou colando ou agrafando, como bilhetes de eventos, tikets, desenhos, etc.

Ando com um mini-caderninho daqueles com caneta incluída e elástico que vai sempre na mala comigo para todo o lado. O incoveniente é mesmo não conseguir manter aquilo organizado e tenho sempre tendência para arranjar mais um bloco para isto e outro para aquilo, já que lá vai tudo parar desde, compromissos marcados, emails e contactos de pessoas que necessito, uma excelente receita que vi na tv e que gostava de experimentar, aquela coisa tão engraçada que a minha bailarina disse ou que fez e que não quero que fique esquecida, uma ideia para reformular qualquer coisa lá em casa, enfim,... é mesmo um poço sem fundo de informações que acabam por ficar perdidas por não estarem catalogadas.

Solução? Creio que não há mesmo, a não ser ter muitos cadernos... ehehehe

Pois que decidi que teria de ter um especial e com imaginação e um pouco de paciência, venho a ganhar um caderninho giro e que me enche de vontade de escrever muitas, muitas coisas!

Eis como um caderninho de folhas brancas ganha vida!  Basta forrá-lo com um papel de embrulho bonito, seguido de uma plasticação. A etiqueta dá o retoque final para que fique personalizado.


2 comentários:

Lucia Silva disse...

Engraçado, eu também tenho um na mala! E às vezes é o que dou à Vi para ela ficar uns minutinhos caladinha.

Fico parva quando o meu vizinho me diz que não tem telemóvel nem quer saber nada disso! Eheheh

Anabela (Aproveitar a Vida) disse...

Também tenho um caderninho dentro da mala para escrever ideias que me vêm à cabeça assim, sem mais nem menos. Em termos de organização é a agenda em papel em conjunto com o tlm e portátil.

Adorei a tua transformação.

Bjs

Vê também...

Related Posts with Thumbnails