sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Há nove meses

Há noves meses, mais ou menos por esta hora estava eu cheia de vontade de ir para a cama cedo! Coisa rara em mim, mas uma noite sem dormir seria o suficiente e precisava desesperadamente de descansar.

De pijama e com olheiras gigantes deito-me na super gigante almofada em que dormia fazia uns meses. Deito-me quase sentada [só assim conseguia respirar tal era o peso dela sobre o meu rico diafragma].

Com a mão do marido no barrigão, sorrio com os olhos fechados perante o cenário perfeito. Mas ela também quis interagir e participar... Naquele momento sinto um pontapé valente na barriga. Tão forte que me encolho toda como que me a tentar proteger de uma agressão exterior. Até aí, nada de anormal, já que sempre foi uma mexerica de primeira... o estranho foi o som que se ouviu em simultâneo!!! Poc! Mas um POC bem sonoro!

Primeiro fico quieta como que incrédula e depois dou uma gargalhada sonora que pára de repente!

Surge então a pergunta:

- O que foi?

Já não me recordo o que respondi ao certo, mas foi qualquer coisa como "Não acredito que não vou poder dormir! Dava tudo para dormir umas horinhas."

Ele com o ar mais confuso de sempre sacode levemente a cabeça como que a pedir um esclarecimento.

O barulho que ambos ouvimos foi o saco amniótico que se rompeu e que depois da minha intercortada gargalhada deixa imediatamente uma poça na cama onde descansávamos.

Foi nessa altura que recordei o sonho que tinha tido na última noite que dormi... A nossa filha nasceria dia 28 contra a minha vontade. E não foi só no sonho que tal aconteceria...

A última foto da barriguinha :)


2 comentários:

Jo disse...

:) Um momento para recordar mesmo! Obrigada por partilhares connosco, apesar de tudo deve ter sido um momento maravilhoso. Espero que tenhas tido um excelente Natal :)

luarte disse...

Obrigada pela partilha. Tudo que bom para esse lado :) Beijinho

Vê também...

Related Posts with Thumbnails